30 antes dos 30: The Machinist

Christian Bale em The Machinist (2004)

O filme sobre Dick Cheney, Vice, é já um forte candidato desta época de prémios. Agora que está perto de chegar às salas de cinema portuguesas, vale a pena recordar outro papel icónico do protagonista. Christian Bale, o actor tantas vezes apontado como um camaleão em Hollywood, esteve, literalmente, no extremo oposto da balança em The Machinist, de 2004.

Continue reading

Advertisements

30 antes dos 30: Life of Brian

Life of Brian (1979)

Ainda no rescaldo do Natal, fechamos o ano com um dos melhores filmes de sempre, que se atira a um dos temas mais delicados de todos os tempos. Life of Brian é uma história sobre o fervor religioso e um marco político e histórico daquele ano de 1979.

Como reza a história, os seis Monty PythonGraham ChapmanJohn CleeseTerry GilliamEric IdleTerry Jones e Michael Palin – decidiram avançar com este projecto depois do sucesso de Holy Grail (1975). A ideia terá surgido entre copos, em Amesterdão, e foi sendo polida até chegar ao enredo como o conhecemos: o judeu Brian Cohen (Graham Chapman) tem o infortúnio de nascer no estábulo ao lado daquele onde Jesus Cristo vem ao mundo e, durante a sua vida, vai sendo confundido com o Messias. Ao descobrir que, afinal, é filho de um romano, rebela-se e trata de juntar-se a um dos grupos que buscam a abolição do Império, empreitada que o leva, ironicamente, a acabar pregado numa cruz. Terry Jones realizou, Chapman desempenhou o papel principal e os membros dos Monty Python foram rodando entre si os papéis dos diferentes quadros do filme, como se fossem sketches de um especial de comédia. Continue reading

30 antes dos 30: One Flew Over the Cuckoo’s Nest

One Flew Over the Cuckoo’s Nest (1975)

Quase tudo parece ter acontecido por acaso em One Flew Over the Cuckoo’s Nest. Se foi o acaso que deu origem a este filme, então o tiro foi certeiro: viria a ganhar Óscares nas cinco grandes categorias e ficaria para a história do cinema como um dos melhores filmes de sempre.

O epíteto parece ambicioso para um enredo tão simples. R.P. McMurphy (Jack Nicholson) convence a Justiça de que é doente mental para escapar a uma pena mais pesada e vai parar a um hospital psiquiátrico. Numa metáfora muito transparente para o mundo moderno, encontra uma enfermeira tirana que controla os pacientes, aproveitando as fragilidades mentais para manter a disciplina. McMurphy perturba a ordem instalada e convence o grupo a revoltar-se contra a enfermeira. Continue reading