30 antes dos 30: Natural Born Killers

Natural Born Killers. Oliver Stone (1994)

And now the wheels of heaven stop
You feel the devil’s riding crop
Get ready for the future
It is murder.

Há demónios à solta em Natural Born Killers (1994). Há demónios à solta e vivem dentro de Mickey e Mallory Knox, um casal amoroso e assustador de dois serial killers que o destino juntou numa viagem com mais de 50 vítimas. A culpa é das suas famílias abusivas, de terem crescido com os olhos colados à televisão viciante, de terem bebido da sede de mediatismo colectiva. A culpa é da sociedade doente que os produziu e cuspiu e esta é uma das premissa fortes do filme. Estamos nos anos 1990 e Oliver Stone, realizador, deixa o aviso: esta era está perto do fim. Só que esse fim não chega e o caminho que o realizador ladrilhou para lá chegarmos (“o amor será a salvação”) é demasiado ingénuo para esta história, que faz agora 25 anos. Continue reading

30 antes dos 30: Reservoir Dogs

Reservoir Dogs, de Quentin Tarantino

Reservoir Dogs (1992) nasceu para ser um filme sobre um assalto. Era intenção de Quentin Tarantino alcançar um clássico dentro do género. A romper com o cinema indie americano em que se destacou, o argumentista e realizador foi além da pretensão inicial – mais do que resgatar um género, criou uma escola a partir de uma visão muito própria. E faltavam dois anos para surgir Pulp Fiction, aquela que muitos dizem ser a sua melhor obra. Continue reading