30 antes dos 30: One Upon a Time in the West

Era para ser a despedidade Sergio Leone dos seus westerns. Foi, em vez disso, mais um furo no cinto de um realizador que cunhou a sua marca no género. Com a realização de Leone, a música de Ennio Morricone, as interpretações de um punhado de actores da velha guarda e personagens que são de “uma raça antiga”, Once Upon a Time in the West é o clássico que não morre. Continue reading

Advertisements

30 antes dos 30: Cinema Paradiso

cinema_paradiso_59203-1152x8641

Cinema Paradiso (1988)

Se há um filme em que falar da magia do cinema faz sentido, é este. Cinema Paradiso (Nuovo Cinema Paradiso, no original italiano) foi escrito e realizado for Giuseppe Tornatore e estreou em 1988. Sempre ouvi falar dele, mas foi preciso estar na lista para finalmente o ver.

Toto é um miúdo apaixonado pelo cinema, mais velho do que a sua altura faz crer. Sobretudo, porque se faz acompanhar (ou persegue, melhor dizendo) de Alfredo, o homem que comanda as projecções do Cinema Paradiso. Toto (Salvatore) fica fascinado por aquele mundo, particularmente pelas cenas de beijos nos filmes que, por censura do padre da aldeia, Alfredo tem de cortar das fitas antes que a população possa vê-los. A aldeia faz do cinema o seu entretenimento. Todas as noites, as crianças partilham cigarros frente ao grande ecrã, os mais velhos adormecem durante as sessões.

Continue reading