30 antes dos 30: Kill Bill: Vol. 1

Kill Bill: Vil. 1, Quentin Tarantino (2003)

A voz de Nancy Sinatra sussurra “bang bang”… Surge o rosto ensanguentado de Uma Thurman, a imagem é preto e branco. “My baby shot me down…” Continue reading

Advertisements

30 antes dos 30: The Good, The Bad and The Ugly

Clint Eastwood em The Good, The Bad and The Ugly

Com The Good, The Bad and The Ugly (1966), Sergio Leone fechou a sua trilogia dos dólares. Esta foi a porta de entrada no mercado americano, depois de já ter conquistado a Europa. Foi também um filme feito para esse novo público, habituado aos westerns limpos de Hollywood. Aqui, pelo contrário, o enredo mistura personagens de moral duvidosa com a memória bélica americana. A receita – recheada de actores de luxo – era sensível mas o resultado foi um spaghetti western que durou décadas. A pièce de resistance? Este é o filme que tem uma das bandas sonoras mais conhecidas do cinema, assinada – claro – por Ennio Morricone. Continue reading

30 antes dos 30: Cinema Paradiso

cinema_paradiso_59203-1152x8641

Cinema Paradiso (1988)

Se há um filme em que falar da magia do cinema faz sentido, é este. Cinema Paradiso (Nuovo Cinema Paradiso, no original italiano) foi escrito e realizado for Giuseppe Tornatore e estreou em 1988. Sempre ouvi falar dele, mas foi preciso estar na lista para finalmente o ver.

Toto é um miúdo apaixonado pelo cinema, mais velho do que a sua altura faz crer. Sobretudo, porque se faz acompanhar (ou persegue, melhor dizendo) de Alfredo, o homem que comanda as projecções do Cinema Paradiso. Toto (Salvatore) fica fascinado por aquele mundo, particularmente pelas cenas de beijos nos filmes que, por censura do padre da aldeia, Alfredo tem de cortar das fitas antes que a população possa vê-los. A aldeia faz do cinema o seu entretenimento. Todas as noites, as crianças partilham cigarros frente ao grande ecrã, os mais velhos adormecem durante as sessões.

Continue reading